quinta-feira, 8 de setembro de 2011

ONU marca Dia Internacional da Alfabetização enfatizando paz


Ouvir
 / Baixar

Em mensagem, Secretário-Geral diz que dois em cada três adultos analfabetos são mulheres; segundo Ban, alfabetização promove dignidade humana e evita a violência.
Tema deste ano é "Alfabetização e Paz"
Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*
As Nações Unidas marcam neste 8 de setembro o Dia Internacional da Alfabetização. Atualmente, mais de 66% dos adultos analfabetos são mulheres.
Em mensagem para marcar o Dia, o Secretário-Geral da ONU disse que pessoas que sabem ler e escrever ajudam a construir a paz social. Este ano, a data tem como tema “Alfabetização e Paz”.
Escola Primária
De acordo com a ONU, há dois anos, o analfabetismo afetava 793 milhões de pessoas. Mas nesta mesma época, mais de 130 milhões de crianças e adolescentes ficaram fora da escola primária em vários países.
Tenisse Vieira, de 77 anos, é um exemplo da luta contra o analfabestimo. Por meio da ONG Alfabetização Solidária, ela voltou recentemente às salas de aula. Tenisse falou à Rádio ONU do município de Aquibadã, no Sergipe, sobre a alegria que sente ao escrever o próprio nome.
“Eu tinha vontade de estudar mais. É importante para aprender a ler mais ainda e ser mais feliz, estudar bem para ser qualquer coisa. Mas agora eu entrei na escola e já estou escrevendo o meu nome. Estou muito feliz”, contou.
Ban lembrou que alfabetizar é fundamental para a dignidade humana e pode prevenir a violência e acalmar tensões e conflitos.
Ao falar das consequências do analfabetismo, o Secretário-Geral afirmou que o agravamento dos ciclos de pobreza enfraquece as comunidades. Para ele, o problema mina ainda a democracia e gera  marginalização e exclusão.
*Apresentação: Leda Letra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu aguardo as sementes que você possa vir a lançar. Depois selecioná-las e plantar.