quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Como está de fato a educação?

Eu sempre digo: “As últimas crianças bobas, inocentes e puras nasceram em 1968”. A frase está sempre relacionado ao tema de que as crianças, desde então, são mais espertas, mais  traquinas, mais antenadas, mais falantes, mais tudo. Estas crianças nas escolas dão mais trabalho do que as crianças do ano que nasci. E, esta realidade nos provoca. Provoca a ponto de questionar certos valores.
Muito se critica a situação da educação no Brasil. As primeira criticas que lembro, eram referentes aos salários dos professores. E, até me lembro da primeira greve que ocorreu. Lembro também, que quando voltamos para casa e avisamos que não haveria aulas, a escola foi cercada pelos pais exigindo explicações dos professores. O professores ficaram em situação complicada. Pois, os pais naquela época não aceitaram a manobra. Para eles, os professores não poderiam prejudicar as crianças em busca de um salário melhor.

Piso Salarial

Pois bem! Atualmente, talvez ainda que defasado, o salário dos professores melhorou muito. Já existe um piso salarial para a categoria.  Assim sou informado sobre isto (Portal do MEC):
Em 16 de julho de 2008 foi sancionada a Lei n° 11.738, que instituiu o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica, regulamentando disposição constitucional (alínea ‘e’ do inciso III do caput do artigo 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias).
Decisão liminar do STF altera alguns pontos da lei do piso.
Confira a lei sobre o Piso Nacional do Professor
Ou seja, o governo tem tomado providências para que a educação não seja criticada. Não, se o caso for este, ou seja, a remuneração dos professores.

Condição das escolas

Por muitos anos se criticou as escolas do governo: Federal, Estadual e Municipal pelas condições físicas das escolas. Porém, nos últimos anos, tem se gastado muito em melhorias físicas das escolas. Fizeram muitos investimentos na infra-estrutura das escolas. Tem se instalado quadras de esportes, comprado materiais esportivos, e várias escolas tem um orçamento para ser administrado. É tanto, que no ano de 2009, a escola onde um dos meus filhos estuda contribuiu conosco na compra dos medicamentos. Segundo a direção da escola, o dinheiro foi economizado e estava sendo doado sem comprometer o dito orçamento, e também, a doação fazia parte do trabalho social e do planejamento orçamentário.

Aparato tecnológico

Outra critica, e ou melhor, os pedidos que se fazem atualmente, é o investimento em equipamento e a evolução das escolas no quesito tecnologia. O fato é que, milhares de escolas tem salas com pelo menos dez computadores. As escolas tem sala de multimídia. Tem acesso a internet banda larga. Etc.Neste caso, sou testemunha de que pelo menos metade das escolas em Irecê (Federal, Estadual e Municipal) tem vários computadores para os professores usarem e também para os alunos usarem. Isto é fato!

Capacitação dos professores.

O município de Irecê gasta parte dos seus recursos em diversos e constantes cursos, seminários, continuidade, treinamento dos professores. O aperfeiçoamento é constante e pelo menos quatro vezes ao ano, os professores estão reunidos em suas secretárias, em suas regiões compartilhando e recebendo treinamento.
Segundo o site do INEP, estes foram os percentuais destinados a educação desde o ano 2000 até 2007.
investimento-educacao
Não obstante, ainda se ouve, ainda se lê, ainda se ver pessoas, especialistas, ONG, seja lá quem for, dizendo que a situação da educação é ruim, que a educação sofre cortes, que não se valoriza os professores, que as escolas estão caindo, etc. e tal.

Conclusão:

Pois bem para finalizar, eis mais dois itens apenas:
1 – Mais informações sobre os investimentos na educação: Percentual do Investimento Total em relação ao PIB por Dependência Administrativa; (Já existem dados sobre 2008, 2009 e 2010 no site.)
2 – Imagem de uma escola, do professor e dos alunos de uma sala de aula aqui do Nordeste. Esta foto, eu a tirei em 21 de novembro de 2007.
Viagem_Adao_369
O Brasil é gigante por natureza! Não podemos pensar que a realidade de uma região é igual a todo o conjunto, nem se pode criticar o todo por causa de uma realidade. O certo, o real, é que, como se divulga, parece que é o todo, é a realidade da educação, quando de fato, existem realidades diferentes, distintas, equidistantes e sobretudo ocultas sobre a educação, a saúde, a segurança e a infraestrutura do Brasil. E, eu acho muito bonito as propagandas que passam na TV. Todas elas. Mas, “É que a televisão Me deixou burro Muito burro demais”
O que é verdade, o que é mentira, o que é fato, o que é irreal? Porque existem tantas criticas, se já fizeram tanto? Será que não era nada disso? Porque quando eu estudei nas escolas do governo os meus professores conseguiram me ensinar, e eu conseguir aprender, e hoje, é muito mais difícil?
Ah! Deve ser por causa da televisão!

Escrito por: Adão Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu aguardo as sementes que você possa vir a lançar. Depois selecioná-las e plantar.