quinta-feira, 17 de março de 2011

simbologia da ponte:

Certa vez perguntaram-me a que margem do rio eu pertencia. Respondi espontaneamente:   A nenhuma, sou ponte. 
Na filosofia e sociologia a metáfora da ponte tem
outros nomes: mediação, Vermitlung, dialética, diálogo[...] Como boa aluna
de Horkheimer e Adorno, sabia que entre tese e antÌtese, a sÌntese seria impossÌvel,
implicaria uma violência: a totalidade poderia vir a ser totalitarismo. Por isso, contentei-me em aceitar a polariza-la , a diferença, os antagonismos, sem querer assimilar ou reduzir um extremo ao outro e passei a construir pontes, a buscar a Vermitlung. [...] Ou haveria, como no conto de Guimarães Rosa numa terceira margem do Rio? Bárbara Freitag

Um comentário:

  1. Sabendo o que é o colegiado, como ele é formado e quais as suas funções, explique porque foi utilizada a metáfora da ponte para representar o que vem a ser, na essência, um órgão colegiado.

    ResponderExcluir

Eu aguardo as sementes que você possa vir a lançar. Depois selecioná-las e plantar.