domingo, 6 de fevereiro de 2011

Ipea

Ipea confirma em números o que Undime já defende há tempos: investimento em educação é sinônimo de crescimento econômico
Data: 3/2/2011



O Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou o Comunicado número 75 sobre os investimentos sociais do país. E os números ratificam o que a Undime, por meio do presidente da entidade, professor Carlos Eduardo Sanches, vem dizendo. A melhor maneira de se fazer um futuro livre da desigualdade social é o investimento na educação. Segundo o IPEA, cada R$1,00 gasto com educação pública gera R$1,85 para o Produto Interno Bruto pelo simples processo de multiplicação da renda que esta atividade propicia.
O estudo do Ipea demonstrou, portanto, que em relação à multiplicação do PIB, o investimento em educação tem o melhor resultado. Em comparação, invetimento de R$1,00 em produtos agropecuários ou oriundos da indústria extrativa de minérios que são exportados gera R$1,4 de PIB para o país. No caso das transferências monetárias, o maior multiplicador do PIB e da renda das famílias pertence ao programa Bolsa Família. Para cada R$1,00 gasto no programa, o PIB aumentará em R$1,44 e a renda das famílias em 2,25%, após percorrido todo o circuito de multiplicação de renda na economia.
A explicação do Instituto para que o investimento na educação faça crescer tanto o PIB é o número de atores envolvidos no setor. Além disso, os efeitos da educação são sentidos sensivelmente  nos setores-chave da economia. A lógica é simples. Se a criança aprende a escrever, ler e interpretar textos corretamente, por exemplo, vai ter mais facilidade para passar de série e ser um boa candidata no mercado de trabalho futuro. Além disso, para que ela chegue ao estágio final, será necessário passar por várias etapas e, consequentemente, deixar investimento, direta ou indiretamente, pelo caminho. “O gasto na educação não gera apenas conhecimento. Gera economia, já que ao pagar salário a professores aumenta-se o consumo, as vendas, os valores adicionados, salários, lucros, juros”, explicou o diretor de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Jorge Abrahão.
Veja aqui as tabelas detalhadas do estudo do Ipea

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu aguardo as sementes que você possa vir a lançar. Depois selecioná-las e plantar.